Perca o medo, saia da zona de conforto

Sei que é muito difícil sair da chamada “zona de conforto” visto que em muitos casos temos as seguintes situações abaixo:

  • Moro com meus pais, portanto não preciso pagar aluguel
  • Tenho meu emprego “fixo” e quero continuar aqui pra toda minha vida

Vejo algumas pessoas falando coisas similares e vou ser bem sincero: eu também agia assim. Pois é, fica difícil conquistar novos territórios se não sairmos da nossa zona de conforto, mas afinal, o que quero dizer com isso?

Bom, não há nada de errado em morar e ser sustentado pelos seus pais, muito pelo contrário, é maravilhoso! O grande problema é que em na maioria das vezes você acaba não tendo as mesmas responsabilidades e prioridades que teria se morasse “sozinho”, com certeza não abriria sua mente para novos desafios. Lembro como se fosse hoje o momento que decidi por largar a casa dos meus pais e posso lhes dizer: quanto sofrimento! Quase um ano morrendo de saudades deles, morando a aproximadamente 1.000Km de distância e indo vê-los a cada 30~45 dias. Hoje, quase seis anos depois posso falar: que maravilha! Até mesmo meu relacionamento familiar melhorou depois que saí da casa dos meus pais. Hoje minha mente está muito mais aberta para muita coisa, até mesmo para cuidar melhor dos meus pais…

E quanto ao emprego fixo? Não tenho nada contra quem o quer, mas não acha que seria mais gostoso experimentar uma coisa nova? De repente tocar pra frente aquela sua ideia que você tanto deseja? Que tal virar um novo Mark Zuckerberg ou Steve Jobs, hã? Bola pra frente, não tenha medo de se arriscar, mas claro, não o faça sem antes ter uma boa estabilidade e não falo aqui somente de estabilidade financeira, mas também de um apoio de (pelo menos um) sócio e talvez familiares, afinal, se sua ideia não der certo (o que em muitos casos não dá) então você precisa estar preparado para voltar (eu não disse desistir, disse apenas voltar momentaneamente).

Estou nesse mundo de startups e empreendedorismo já a algum tempo, desde 2005. Criei algumas empresas que deram muito certo e comecei outras empresas que sequer saíram do papel. Atualmente posso dizer que “perdi o meu medo”…

Anúncios